Por que a Páscoa é um banquete móvel? Como posso saber quando cai?

[ O conteúdo do artigo é protegido por Plagiashield ]

Por que Páscoa tem datas diferentes?

Como calcular Páscoa?

Como você determina Páscoa?

Como você calcula a Páscoa?

Estabelecendo a data para a Páscoa. Por que Páscoa é um feriado móvel? Por que Páscoa têm datas diferentes? Como você determina Páscoa?

Como já sabemos Páscoa no calendário é um banquete móvel. Isto foi estabelecido durante o primeiro Conselho de Nicéia, que se realizou em 325. Foi então determinado que o Dia da Páscoa seria celebrado no primeiro Domingo após a primeira lua cheia da primavera. O próprio modelo para estabelecer esta data no Primeiro Conselho veio dos princípios de traduzir uma data específica no calendário religioso hebraico (a data 14 nisan - nisan é o nome do mês), para o calendário solar, o calendário juliano. A data 14 nisan representa o início do festival de Páscoa no calendário hebraico.

Portanto, segue-se que Páscoa é um feriado móvel. O próprio dia da Páscoa pode cair no máximo no dia 22 de março e no máximo no dia 25 de abril. Outros feriados durante este período associados à Páscoa também são móveis. Corpus Christi, Pentecostes (especificamente 50 dias após a Páscoa), Ascensão do Senhoro todo Tríduo Pascal (Quinta-feira santa, Sexta-feira Santa, Sábado Santo, Domingo), Quarta-feira de cinzas ou, finalmente, o período da Quaresma. Algumas mudanças ocorreram após a introdução do calendário gregoriano. No entanto, eles não incluíram a fé ortodoxa, que ainda celebra feriados de acordo com o calendário juliano.

Na história Igrejae tem havido tentativas de padronizar a Páscoa e estabelecer uma data específica para ela.

Tal tentativa foi feita sob o comando de Pio X. O rascunho esteve perto de ser adotado, com a maioria dos bispos concordando, mas eventualmente, após protestos acusando tentativas de diminuir a importância da ressurreição do Senhor, as mudanças foram rejeitadas.

Até agora, houve quem tenha defendido a mudança das datas para comemorar a Páscoa. Eles estão falando em escolher sempre o segundo domingo de abril, que daria datas de 8 a 14 de abril, ou escolher os domingos entre a Festa de Epifania a Quarta-feira de cinzasque também coincidiria com as datas 8-14 (exceto nos anos bissextos, quando seria 7-13 de abril). É perfeitamente aceitável que a Igreja altere a data.

 

CÁLCULOS

Como você calcula a Páscoa em um determinado ano?

Ao fixar a data da Páscoa, é importante ter em mente a regra básica que diz Páscoa sempre cai sobre o primeiro Domingo após a primeira lua cheia da primavera, que ocorreu após 21 de março. Assim, ela cai entre 22 de março e 25 de abril. O método de cálculo do dia específico da Páscoa foi dado pelo matemático alemão C.F. Gauss. A tabela apresentada abaixo é utilizada neste caso:

Anos
A
B
Exceções (ano)
Eu meio que
II tipo
33-1582
15
6
não
não
1583-1699
22
2
1609
não
1700-1799
23
3
não
não
1800-1899
23
4
não
não
1900-2099
24
5
1981, 2076
1954, 2049
2100-2199
24
6
2133
2106
2200-2299
25
0
2201, 2296
não
2300-2399
26
1
não
não
2400-2499
25
1
2448
não
2500-2599
26
2
não
não
2600-2699
27
3
2668
não
2700-2899
27
4
2725, 2820
não
2900-2999
28
5
não
não

 

Utilizamos 6 etapas para o cálculo:

  1. dividir o número do ano por 19 e depois encontrar o restante a
  2. dividir o número do ano por 4 e depois encontrar o restante b
  3. dividir o número do ano por 7 e depois encontrar o restante c
  4. o restante determinado como a, multiplicar por 19, adicionar o número A ao produto, dividir a soma por 30 e determinar o restante d
  5. Soma de produtos de 2b + 4c +6d + B dividir por 7 e determinar o restante e
  6. Soma dos resíduos e + d adicionar até 22 de março

É assim que obtemos a data da Páscoa.

Se a data for acima de 31 de março, deverá ser convertida para o dia correspondente em abril. Se a soma (d+e)>10 então estamos certos de que estamos em abril. No caso contrário, estamos em março.

Exceções ao cálculo das datas de Páscoa

Em alguns casos há também exceções (primeiro tipo de exceção, segundo tipo de exceção)

As exceções do primeiro tipo ocorrem quando d=29, a e=6 e de acordo com os cálculos Páscoa cairia em 26 de abril. Nesse caso, é comemorado uma semana antes, em 19 de abril (por exemplo, 1609 e 1981).

As exceções do segundo tipo ocorrem quando d=28 a e=6, e dividindo 11A + 11 por 30 dá um saldo inferior a 19. Nesse caso Páscoa cai em 5 de abril, e é celebrado em 29 de março (1807 e 1954).

Todas as exceções que ocorrem até o ano 2999 estão listadas na tabela acima.

EXEMPLO:

Vamos calcular a data da Páscoa para o ano de 2008;

  • Etapa 1: 2008:19=105, restante a=13
  • Etapa 2: 2008:4=502, restante b=0
  • Etapa 3: 2008:7=286, restante c=6
  • Passo 4: (19+a+A):30 ou (19+13+24):30=271:30=9, restante d=1
  • Etapa 5: (2xb + 4xc + 6xd + B):7 i.e. (2×0 + 4×6 + 6×1 + 5):7=5, restante 0
  • Passo 6: d+e+22 ou 1+0+22=23

Temos o resultado final igual a 23. Isto significa que a data das férias da Páscoa de 2008 é 23 de março de 2008. (para o calendário gregoriano).

No caso do calendário juliano, os cálculos parecem idênticos, mas para A substituímos A=15 e para B substituímos B=6).

ainda um método de cálculo da data da Páscoa. É o método Meeus/Jones/Butcher. É mais simples, pois não requer os números A e B, e não há exceções. O método procede da seguinte forma:

  1. Primeiro dividimos o número do ano por 19 e determinamos o restante a.
  2. Dividir o número de anos por 100, arredondar o resultado para baixo (cortar a parte fracionária) e obtemos o número b.
  3. Dividimos o número de anos por 100 e obtemos o restante c.
  4. Nós calculamos: b : 4 e o resultado é arredondado para baixo e obtemos o número d.
  5. Nós calculamos: b : 4 e determinar o restante e.
  6. Nós calculamos: (b + 8) 25 e o resultado é arredondado para baixo e obtemos o número f.
  7. Nós calculamos: (b - f + 1) : 3 e o resultado é arredondado para baixo e obtemos o número g.
  8. Nós calculamos: (19 × a + b - d - g + 15) : 30 e determinar o restante h.
  9. Nós calculamos: c : 4 e o resultado é arredondado para baixo e obtemos o número i.
  10. Nós calculamos: c : 4 e determinar o restante k.
  11. Nós calculamos: (32 + 2 × e + 2 × i - h - k) 7 e recebemos o restante l.
  12. Nós realizamos uma ação (a + 11 × h + 22 × l) : 451 e o resultado é arredondado para baixo e obtemos o número m.
  13. Nós executamos a ação: (h + l - 7 × m + 114) : 31 e recebemos o restante p.
  14. O resultado é x = p + 1 (é dia de Páscoa)
  15. Mês = Divisão de arredondamento para baixo (h + l - 7 × m + 114) até 31.

Para simplificar, há uma conversão entre os calendários gregoriano e juliano. Para os anos 1900-2100, simplesmente adicionamos o número 13 às datas do calendário juliano e obtemos a data para o calendário gregoriano.

[ O conteúdo do artigo é protegido por Plagiashield ]