São Tomás de Aquino viveu entre 1225 e 1274 e é considerado um dos maiores filósofos de sua época. Ele pertencia à Ordem Dominicana. Suas obras teológicas e reflexões sobre a natureza do mundo tiveram uma grande influência sobre o cristianismo. St. Thomas é um dos Doutores IgrejaEle era um membro da Igreja Católica. Ele foi canonizado em 1323 pelo Papa João XXII. Entre as obras mais populares de Tomás de Aquino estão a "Summa contra Gentiles" e a "Summa Theologica".

São Tomás separou o conhecimento da fé. Ele acreditava que o homem não é capaz de sondar todas as verdades da fé com sua razão. Somos capazes de chegar a alguns deles usando apenas nossos sentidos e nosso foco. Entretanto, ele apresentou provas racionais para existência Deus. Uma delas é a ordem e a harmonia encontradas na natureza. Tomás de Aquino era da opinião que deve haver uma causa por trás da existência do movimento; neste caso, a existência de um poder superior na forma de Deus. Ele afirmou que todas as criaturas têm uma alma, mas o homem é o ser mais importante depois de Deus, porque ele é o único que pode pensar.

Na maior parte das vezes, a visão de São Tomás sobre o mundo e a fé permanecem relevantes. Entretanto, há algumas teses e pontos de vista em suas obras cuja proclamação hoje parece muito excêntrica e dolorosa para muitas pessoas. Um desses temas é a atitude de São Tomás para com as mulheres. Ele é o autor de tais citações, entre outros:

Um embrião masculino torna-se um ser humano após 40 dias, um embrião feminino após 80. As meninas são formadas a partir de esperma danificado ou como resultado de ventos úmidos.

O valor de uma mulher reside em sua capacidade reprodutiva e em sua capacidade de ser usada para o trabalho doméstico.

As mulheres são um erro da natureza... com seu excesso de umidade, sua temperatura corporal indicativa de uma deficiência corporal e espiritual... elas são uma espécie de aleijado, falhado, fracassado homem.

Não há como negar que estas são teses muito controversas que podem causar angústia a muitas mulheres. São Tomás coloca a mulher no papel de um ser mais fraco que não está predisposto à existência independente. Ela precisa de um homem que cuide dela. As mulheres são destinadas a reproduzir e cuidar do lar. Segundo alguns teólogos, ao escrever desta forma sobre a mulher, São Tomás mina a perfeição e a infalibilidade de Deus, que criou o homem à Sua própria imagem.